Até 2018 : Brasil terá 102 mil escritórios

Os serviços de aconselhamento, análises de riscos e leitura estratégica para negócios deverão manter o crescimento da careira jurídica no Brasil. É o que aponta um estudo feito pela Selem, Bertozzi & Consultores Associados. Os dados mostram que o país terá, em 2018, 1,1 milhão de advogados (hoje, são 776 mil). A marca dos escritórios impressiona: os atuais 43 mil devem mais do que dobrar em quatro anos, passando para 102 mil.